Cooktop a gás, elétrico ou por indução? Entenda as diferenças

Cooktop a gás, elétrico ou por indução? Entenda as diferenças

Depois de horas pensando entre as diferenças do cooktop e do fogão convencional você optou pelo cooktop. Boa escolha, afinal ele é um charme mesmo. Mas na hora de comprar descobriu que tem cooktop a gás, elétrico e por indução! Como assim? Qual devo comprar?

Hoje a Assistência Técnica BH irá te ajudar a decidir pelo modelo ideal para sua casa.

 

Cooktop a gás

O cooktop a gás, como próprio nome diz, tem um funcionamento a gás. No mais, são as vantagens e desvantagens de se ter um cooktop como falamos no post Cooktop ou fogão convencional? Qual escolher?

Um detalhe importante é que ele possui grades para colocar as panelas.

 

Cooktop elétrico

O cooktop elétrico funciona com eletricidade e não com gás, porém com um detalhe importante:  não tem grades. Ele esquenta muito rapidamente, demora a esfriar e exige panelas com fundo reto (planas) e resistentes.

Como esquenta muito rápido, possui a vantagem de esquentar os preparos rapidamente. Outro detalhe é que você tem precisão total no controle da temperatura.

Uma desvantagem é que seu consumo de energia vai aumentar. E nos tempos de atuais, isso é realmente um problema.

O fato de só poder utilizar panelas com fundo reto geralmente é um problema também. Isso é necessário devido à superfície totalmente plana do cooktop elétrico. Materiais menos resistentes, como vidro ou cerâmica, não devem ser usados neste modelo.

 

Cooktop por indução

O cooktop por indução também é elétrico, mas, além de panelas planas, ele exige que as panelas sejam magnéticas, pois cozinha por indução eletromagnética. Isto quer dizer que o cooktop só esquenta se a panela adequada estiver em contato com a zona de cozimento. Quando é desligado, ele esfria praticamente de imediato. Desta forma não queima a comida nem oferece risco a quem encostar nele sem querer, protegendo a sua família.

O cooktop por indução é muito parecido com o elétrico, porém oferece mais recursos. Este modelo cria um campo eletromagnético entre a parte interna e o inferior da panela. Desta forma, o calor gerado vai para o alimento e não ocorre a perda de temperatura para o ambiente. Um problema é que o seu consumo de energia também vai aumentar em relação ao modelo a gás.

Outra desvantagem desta opção, é que ele requer panelas magnéticas com fundo de aço, multicamada ou ferro fundido. Você não vai poder utilizar as suas panelas comuns mais…

 

E agora? Ficou mais fácil escolher o seu? É importante sabermos as características dos utensílios que iremos comprar. Afinal o dia a dia de cada família é muito particular. Até mais!